Transporte 2.0: Self-driving cars, aviões supersônicos e o futuro da mobilidade urbana

Disrupção é uma palavra-chave no SXSW. E se existe uma área que precisa de uma sacudida é a forma como nos movemos pelas cidades, ainda fundamentada nos mesmos princípios e equipamentos da época do carro preto de Ford.

Para confirmar a vocação do SXSW de trazer quem faz a diferença para a mesa, a sessão “Uncovering Autonomy’s Blind Spot” traz Padmasree Warrior, CEO da NIO http://www.nio.io/about uma startup com foco em mobilidade (ainda é startup quando tem escritórios em San José, Munique, Londres e Shanghai?). Além de ter nome digno de personagem do Star Wars, Padmasree foi chamada pela Forbes de “Queen of the Electric Car Biz’ e sua empresa não é nada tímida em afirmar: : “The future is in smart, electric and autonomous vehicles, and we aim to lead the way.”

Self-driving cars (ou “carros que se dirigem sozinhos” em bom português), tem o potencial de salvar milhares de vidas e reduzir congestionamentos, porém necessitam de uma infra-estrutura regulatória, bem como suscitam questões relacionadas a privacidade, ciber-segurança, privacidade e responsabilidades civis e criminais. A sessão “Self-Driving Cars and the Policy Maze” coloca todos os players na mesa para discutir a complexidade deste ecossistema.

Também não há como falar em self-driving cars sem falar no onipresente tema da Inteligência Artificial (próximo Hot Topic do Trend Report SXSW, aguarde!). A sessão Accelerating the Race to Self-Driving Cars foca no desenvolvimento da AI na indústria automotiva, com a promessa de chegar no nível “Superman”em termos de performance na estrada (palavras do palestrante, juro).

E se você gosta mesmo é daquela sessão bem animada, vale conferir “The Real Future of Self Driving Cars”, a perspectiva de George Hotz  (famoso hacker que desbloqueou o iphone, criou jailbreaks para o iOS e hackeou o PlayStation. É mole ou quer mais?) sobre a indústria automotiva. Ele promete dizer “quem serão os players e quem serão as piadas desta nova indústria”. Esperamos polêmicas e contaremos tudo no #trendsreportsxsw17.

Mas nem só de self-driving cars vive a discussão da mobilidade, pois não deixa de ser uma pauta da indústria automotiva que se reinventa. A resposta por melhor mobilidade passa também pelo trânsito multi-modal, criando melhores alternativas entre transporte público e privado, integrando tecnologias. O painel How to Uber-ize Public Transit to Save It traz a perspectiva “user-first”do Uber e outros players como alternativa e suas implicações.

Um aspecto que pode ser negligenciado nesta discussão é justamente a participação humana. A diretora da Intelligent Car Coalition estará no painel “Semi-Autonomous Cars: How to Train the Humans” , focando na questão ‘como encorajar os motoristas a compreender os riscos do ambiente semi-autônomo”.

E o Trump? 

Em muitas das tracks de conteúdo do SXSW é perceptível a preocupação com o “reinado”de Donald Trump e no tema da mobilidade não é diferente. A relação entre governo e indústria é foco nos painéis How Will Trump Steer Car and Transportation Tech? e The Rise of Self-Driving and Connected Cars.”

Fabricantes de automóveis e fornecedores da cadeia de transporte estão entre os players que sofrem maior intervenção do governo americano e os efeitos da política “Trumpiana”certamente terão grande impacto pelo mundo. #oremos

Não dá para subestimar a relevância da intervenção governamental e dos avanços legais. Você sabia que os elevadores já foram considerados perigosos e só foram fabricados em escala industrial após a aprovação de legislação adequada para a proteção dos usuários? O mesmo deve acontecer com os self-driving cars, e é esta perspectiva trazida no painel Elevator to Hyperloop: Policy Advancements

O secretário de transportes do Obama também estará na sessão “Beyond Driverless Cars: Our Transportation Future” falando sobre o que ele chama de “a maior oportunidade na America”: a transformação do Sistema de transportes.

Pessoal das antigas

Você também está se perguntando como os grandes fabricantes de automóveis se posicionam frente ao assunto? Nada mais, nada menos que o bisneto de Henry Ford fará uma apresentação solo no painel Smart Mobility , dividindo sua visão sobre os desafios das novas soluções da mobilidade urbana, os impactos no meio-ambiente e as oportunidades

Teremos também o encontro do CEO da car2go com o diretor de pesquisa da Mercedes-Benz na sessão “Where We’re Going We Don’t Need Roads (Maybe) . Bom, como resistir a uma sessão que tem como título a clássica cena do De Volta para o Futuro?

A Toyota também estará presente, discutindo o futuro da mobilidade a partir dos resultados de sua pesquisa em parceria com o MIT na sessão One Answer to Driverless Cars: Keeping the Driver . Onde tem MIT, tem inovação chegando.

E você já parou pra pensar que toda esta revolução só é possível a partir da existência de mapas super precisos? A sessão com o CEO da Mercedes-Benz e o Chief Programming Officer do SXSW Hugh Forrest terá como tema: “To master the map is to master mobility: Maps will lead the way into the data-driven future of individual transportation”. Bora lá: Future of Autonomous Driving: Master the Map

Pelas ruas de Austin

Austin tem uma forte ligação com a Waymo , spin-off da Alphabet (aka Google) pois grande parte dos testes do self-driving car foram feitas em Austin. A palestra do Google no SXSW em 2016 falando sobre o projeto ainda é atual e dá uma boa perspectiva do projeto, principalmente em termos de prazos. De acordo com John Krafcik, CEO da companhia, “por cerca de 8 anos, estamos trabalhando em direção a um futuro sem motoristas cansados, bêbados ou distraídos que contribuem para a perda de 1.2 milhoes de vidas por ano. Desde 2009, nossos protótipos passaram o equivalente a 300 anos de direção e estamos direcionando a indústria de um estágio em que os self-driving cars pareciam ficção científica para um cenário onde os planejadores de cidade estão criando ambientes para um futuro sem motoristas”.

Aliás, a cidade cada vez mais é um polo tecnológico e na sessão Austin’s Best Transportation & Mobility Startups dá para ter um panorama no melhor estilo “elevator pitch” de 5 startups e suas soluções de smart mobility.

Para fechar com chave de ouro, vamos falar de aviões supersônicos? O fundador da Bloom Technologies, startup que promete trazer de volta esta tecnologia banida em 1973 por preocupações com segurança e impactos ambientais, lidera a sessão “Boom! Bringing Back Supersonic Flight . Como se não bastassem um monte de carros sem motoristas, segura essa promessa: “Now, lighter, quieter planes promise to make supersonic flight great again.”

Parece mesmo que estamos muito mais próximos de uma grande virada na forma como nos locomovemos do que a gente costuma pensar. Está na hora de repensar a missão das fabricantes de automóveis de vender o máximo de carros possível? Sim ou com certeza?Logo, logo estaremos movendo este tema some dos reports de tendência e aparece no nosso cotidiano. Apertem os cintos, o piloto sumiu!

Este é um artigo da série Hot Topics SXSW, parte da pesquisa do Trends Report SXSW 17 – uma iniciativa que visa compilar as principais tendências deste evento que pauta a comunicação interativa no mundo. Se você se interessou por este produto, entre em contato conosco para saber dos formatos de disponibilização, palestras e workshops sobre o tema.

#sxsw #transportation #selfdrivingcars #waymo #nio #smartmobility